Casa Quentinha: 3 dicas para enfrentar o frio

Tem muita gente que ama o frio e outras que nem suportam pensar que uma frente fria está chegando. Eu confesso que fico em cima do muro, gosto dos dias gelados mas morro de preguiça da vida nestes dias. Tudo bem que aqui no Brasil nem neva e em São Paulo os dias frios de trincar são poucos, mas quando eles chegam tiram a gente do prumo. Então aqui vai uma listinha de como aquecer a casa com aconchego e elegância.

1. Mais tecido e mais textura

No inverno vai bem adicionar mais camadas de tecido e textura na decoração. Mantas e almofadas extras deixam sofás, poltronas e camas mais aconchegantes. Aproveite que pelúcia e tricô estão "bombani" na decoração, na pegada escandinava que a gente adora e escolha para sua casa almofadas, mantas e cobertores com esses acabamentos. Quentinho para a pele e para os olhos.
Nessa época tapetes são ótimos para quebrar o frio do piso, principalmente se for porcelanato. Os modelos mais fofinhos com fios mais altos deixam os ambientes mais aconchegantes. Se você tiver tapetes mais leves aproveite a moda da sobreposição de tapetes para fazer um mix com texturas mais encorpadas sobre o seu tapete, vai atualizar e esquentar sua decoração.

2. Luz natural e tons luminosos

Deixe a luz natural entrar, se for possível use espelhos para ampliar a claridade dos ambientes. No inverno ficamos mais reclusos e acabamos por optar por cores mais escuras e com tons fechados, mas que tal manter as cores mais alegres para balancear a falta de cores da paisagem?

3. Explore o olfato

Deixe a casa cheirosa com aromas mais quentes e encorpados como canela, baunilha, cedro. Velas, incensos e difusores fazem o serviço de espalhar o cheirinho pela casa. Você também pode dispor um arranjo com potpourri de folhas e flores secas, com algumas gotinhas do óleo essencial da sua preferência.

E você, curte os dias gelados ou já está se preparando para hibernar? Pega um chá quentinho e vamos aquecer a casa!

Até o próximo post!

Trend Alert: Millennial Pink

O rosinha vem dominando tudo, moda, design, decoração, cinema e onde mais der pra por um rosa ele está. Batizado de Millennial Pink, vem arrebatando corações desde 2014 com Wes Anderson e seu filme The Grand Budapeste Hotel, tomou força com a cor Pantone de 2016, a Rose Quartz e o tom queridinho do momento o Pale Dogwood, que é a cor da primavera 2017. Nem todo rosinha pálido é o millennial pink, mas os mais variados tons de rosinha pálido estão por aí deixando a estética de onde colorem, mais suave e pura, comedida na medida certa.

Talvez você já esteja um pouquinho enjoado de tanto rosinha, ou assim como eu, não adorou logo de cara mas acabou se rendendo a suavidade e delicadeza que essa cor transmite. Acho que eu fui convencida pela insistência do millennial pink e essa tendência acabou me ganhando por combinar muito bem com preto e cinza (deixa mais leve), com branco (deixa mais vivo) e com outros tons de rosa (barbie girl com maturidade).

E você, o que acha do millennial pink? Eu estou pensando em colocar um toquezinho de rosa na minha casa, na cabeceira da cama talvez, está em planejamento rs. E você onde colocaria o doce rosinha na sua casa?

fonte das imagens: pinterest.

Para Amar o Trabalho #32

Dizem que passar embaixo de escadas dá 7 anos de azar, mas não para esses 8 espaços de trabalho que encontraram sua locação perfeita sob os degraus!

Espaços sob escadas tem o pé direito limitado pela altura dos degraus e geralmente comportam uma pessoa sentada de forma confortável, em pé nem sempre, por isso pensar em conciliar uma atividade que realizamos sentados sob os degraus é uma boa ideia, além do charme né! Se você mora em sobrado ou duplex já pode ir planejando um home office cheio de estilo!

Boa semana e até o próximo post!

(imagens via pinterest)

7 Dicas para organizar a casa! (aproveitando os feriados)

Olá olá! Já tem planos para os próximos feriados? Que tal por a casa nos eixos? Eu sei que feriado é bom para descansar, mas se você for ficar em casa no feriado vai conseguir descansar olhando pra bagunça? Eu sei que eu não consigo! Decoração, limpeza e o tema da vez, organização andam juntas numa casa agradável e com boa aparência. E para aí na sua casa tudo ficar no seu devido lugar em ordem e fácil resolvi compartilhar algumas dicas que aprendi com a minha mãe e também na internet e uso na minha casa (o que não uso estou planejando arrumar em breve, no feriadão que vem por aí rs). Tem gente que curte arrumar um pouco por dia para não cansar, eu prefiro ver tudo pronto logo se não perco o ritmo e a bagunça volta a reinar, então por isso fica a sugestão para aproveitar o fim de semana prolongado, dependendo do estado da sua bagunça dá para concluir rápido e ficar de pernas para o ar no domingo rs.

Dica 01: Tudo precisa ter um destino

Os objetos precisam ter seu local de armazenamento definido. O que pertence a cada ambiente e em que local (móvel, prateleira, caixa ele fica). Você tem seu endereço e suas coisas precisam ter o "endereço" delas dentro da sua casa. As coisas tendo o destino correto, arrumar no dia a dia se torna mais simples, só devolver onde aquele grupo de objetos habita. Aproveita e já faz um detox, doe o que não quer mais, descarte corretamente o que é lixo, conserte o que está quebrado e guarde já funcionando, pronto para o uso quando necessário.

Dica 02: Efeito Gaveta

Nas prateleiras dos armários aprendi que agrupar produtos por tipos dentro de cestas e caixas é uma ótima solução para manter as prateleiras arrumadas. Pegar e guardar fica bem mais fácil e a tentação de guardar de qualquer jeito perde força quando temos o local certo para armazenar. Eu uso essa solução para roupas, na despensa, no banheiro, para produtos de limpeza, praticamente em tudo. E se você não estiver afim de investir em produtos organizadores específicos dá para aproveitar caixas ou aqueles potes que perderam a tampa sabe rs.

Dica 03: Divisórias nas gavetas.

Quer achar tudo dentro das gavetas? Utilize divisórias. Cada coisa na sua repartição e se a gaveta for profunda você pode ter duas ou mais camadas sobrepostas, o que usa menos na parte de baixo e o que usa mais na parte de cima, mais acessível. Eu uso assim na minha gaveta de talheres e também nas gavetas de escritório. Aqui também podemos aproveitar potinhos, vidrinhos e caixinhas para compartimentar as gavetas.

Dica 04: Divisórias especiais

Tem uns produtinhos bem legais que deixam a gente ganhar mais espaço dentro dos armários, caixas empilháveis, ganchos para canecas e xícaras, prateleiras e suportes aramados que permitem a gente ganhar alguns "andares" a mais nos armários. Eles não são uma super pechincha mas também nenhuma fortuna, se seu espaço é pequeno ganhar essa ajuda extra vale muito a pena.

Dica 05: Caixas decorativas 

Quando os espaços fechados acabam e só sobram prateleiras, estantes e outros espaços abertos vale usar caixas, maletas, cestos e latas decorativas que fazem as vezes de gavetas para guardar tudo que a gente precisa armazenar. Eu uso na minha estante cestas de palha com tampa, também tenho caixas de papel craft com material de escritório no espaço que sobra entre o gaveteiro e a mesa. E latinhas e caixinhas decorativas com miudezas que decoram e organizam ao mesmo tempo.

Dica 06: Bandejas

Outra solução que funciona tanto para organizar quanto para decorar é utilizar bandejas para agrupar itens semelhantes, bandeja para perfumes na penteadeira, bandeja com itens de escritório, ou itens de bar, ou os temperos na cozinha. Fica elegante e tudo no lugar certo.

Dica 07: "Âncoras" para bagunça flutuante

Tem também aquelas coisas flutuantes que estão sempre com a gente, bolsa, chaves, carteira, a correspondência que chegou e ainda não foi verificada e mais miudezas que rolam pra lá e pra cá, para essas coisas é bom já deixar um destino certo (lembra da dica 01, tudo tem que ter seu local) perto da entrada. Podem ser ganchos para as bolsas e mochilas, bandejinhas e cestinhas para as coisas menores (bijus e jóias do dia a dia, comprimidos e remédinhos de uso continuo e etc) e pronto já não ficam mais "jogadas" pela casa e a aparência ganha muitos pontos.

Consegui te convencer a por um fim na bagunça? Espero que sim, me conta depois se deu certo na sua casa!

Até o próximo post!

(todas as imagens via pinterest)

Para Amar o Trabalho #31

Bem vindo a mais uma segunda-feira neste bloguinho! E hoje a inspiração para amar o trabalho vem de espaços de trabalho em hotéis. As vezes mesmo quando a gente não deveria estar trabalhando precisamos né? O ciclo de trabalho hoje é 24/7 e conseguir uma folguinha sem nenhuma interrupção está cada dia mais difícil, ainda mais se você é empreendedor. Ou também se você for nomade digital, viaja e trabalha e precisa de um lugar adequado para realizar suas funções profissionais mesmo hospedado em um hotel por aí.

O primeiro que compartilho é o Tuve Hotel, que fica em Hong Kong e tem um design minimalista muito elegante. (fotos via pinterest)

Este é o London Edition, a decoração é tradicional com um toque contemporâneo. (fotos via pinterest)

A rede de hotéis O Martinhal fica em Portugal, pertinho da praia. A decor acompanha o clima de férias de verão e tem cores mais abertas e uma combinação mais descontraída. (fotos via pinterest)

Eu adoro decoração de hotel, acho que rende boas idéias para nossa casa também. E você, já está pronto para fazer as malas e partir por aí trabalhando e se divertindo?

Para Amar o Trabalho #30

Você sonha em trabalhar em casa mas não sabe como fazer pra encaixar um canto de trabalho por aí? Precisa de um espaço para estudar, mas a casa é pequena e está difícil arrumar um local adequado? Então o post de hoje é para você, vem ver 7 soluções gracinhas onde home offices couberam em qualquer cantinho com muito estilo!

O que esses sete lindos espaços de trabalho tem em comum? Além de serem micro no tamanho e macro no estilo, o ponto certeiro dessas decorações é o aproveitamento da verticalidade do espaço, com prateleiras e também itens decorativos como quadros e espelhos. É certo que é preciso ser um pouco minimalista e muito organizado para trabalhar num cantinho assim, mas é muito possível. Quando precisar se espalhar recorra a mesa de jantar ;)!

Portanto não esqueça, use nichos e prateleiras para "subir pelas paredes" e ganhar uns lugarzinhos extras para a "tralha" que inevitávelmente a gente acumula!

Até o próximo post!

Trend Alert: Plantas Diferentonas

As plantinhas passaram muitos anos sendo subestimadas na decor, só valiam na varanda, nos outros cômodos eram démodé (pardon my french :D). Mas ninguém é de ferro e um verdinho espalhado pela casa traz um bem estar sem tamanho. Nossas almas urbanas se cansaram do concreto e decidiram ouvir o chamado da natureza! E colocar plantinhas e hortinhas nas nossas casas e apartamentos virou item de primeira necessidade. Aí a criatividade rolou e rola solta, com plantas de tamanhos e espécies diversas e com vários jeitos de expor nossa coleção botânica. Vale pedestal, cachepôs incrementados, macramê, terrário, de costela de adão a bonsai, tudo isso você talvez já esteja cansado de ver por aí... E é aí que começou uma exploração ao mundo das maravilhosas plantas diferentonas.

Você já deve ter visto no pinterest uma tal air plant? É uma plantinha que não precisa de terra (oi?), se até seus cactos morrem essa aqui não vai ter erro. Brincadeiras a parte, as Tillandisias não são muito comuns no Brasil, mas algumas floriculturas moderninhas já tem para vender. Os cuidados com elas são simples, manter num local claro mas longe do sol direto e borrifar água na raiz aproximadamente 3x na semana.

A próxima da nossa lista, não é uma espécie de planta mas sim uma técnica japonesa que permite que as plantas não precisem de vasos, a Kokedama. Essa técnica foi desenvolvida no Japão para que as pessoas pudessem cultivar bonsai sem precisar investir uma grana no vaso. Terra e musgo formam uma bolinha para acomodar as raízes. Fica lindo, delicado e pode ficar suspenso no ar também, um charme. A rega deve ser feita por submersão 1 vez na semana.

O jardim aquático também tem sua vez no quesito diferentão, vasos de vidro exuberantes, que podemos admirar planta e raíz, tudo lá, aparente para abrilhantar nossa coleção botânica. Algumas espécies da terra vivem bem cultivadas apenas na água e tem também as plantinhas 100% aquáticas.

Das espécies aquáticas a mais exótica é uma planta de clima frio chamada Marimo. Os japoneses adoram esta plantinha e cuidam como se fosse pet. Descobertas em lagos em países de clima frio como Islândia, Escócia, Japão e Estônia, essas plantinhas gostam de água bem fresca e pouca luz. Precisam do movimento de ondas para se manter redondinhas. Uma fofura!

O que você achou das plantinhas diferentonas? Já está querendo muito algumas delas no seu jardim interno? Eu confesso que já estou planejando um upgrade paisagístico aqui na minha casa!

Até o próximo post!

Para Amar o Trabalho #29

Retomando a série de posts #paraamarotrabalho com uma sugestão para organizar.

Que tal apostar nas estantes de aço?

Com preço acessível, esse modelo de estante é bem neutro com uma pegada industrial que a gente adora (neah!). Ainda é bem resistente e aguenta numa boa aquela coleção de livros capa dura que você guarda com carinho e fica um charme em exposição,  fazendo a memória afetiva lembrar das estantes da biblioteca da escola que você estudou anos atrás. Comporta também caixas organizadoras e objetos estilosos, tudo para deixar seu escritório prático/estiloso com jeito de linha de produção (alô prazos de entrega rs) com tudo a mão, fácil de pegar, fácil de guardar e de quebra diferentão. As estantes de aço sempre foram renegadas a depósitos e espaços menos glamourosos mas com a decor industrial em alta elas foram resgatadas do anonimato e podem ter um uso mais presente no seu espaço de trabalho. Ah e se você não for muito fã de cinza pode fazer um diy e pintar de cores mais vibrantes que combinem melhor com seu gosto!

Uma ótima semana para você e até o próximo post!

Para Amar o Trabalho #28

Faz algumas segundas-feiras que não nos encontramos aqui, pois hoje volto com inspirações para amolecer a dureza desse dia tão temido na semana..

O espaço gracioso de hoje é uma joalheria em Boston, a M Flynn Jewelry. Um espaço para trabalhar, criar e as vezes receber clientes, muito doce e delicado, tudo para suavizar a rotina intensa de trabalho e problemas que as vezes nos vemos envolvidos no dia a dia. 

Uma graça, neah? As peças em cinza dão uma equilibrada na fofura e glamour do rosa com dourado, tudo na medida certa.

Retomou o fôlego? Vamos lá!

Até o próximo post!

Fonte das imagens: aqui.

Trend Alert: Cores 2017

Pois é, com o fim de 2016 batendo a nossa porta, as especulações das novidades e tendências para o próximo ano aumentam. E quem está sempre de antena ligada querendo saber novidades já sabe que as empresas de tintas e cores começam os lançamentos para 2017 nesta época. Vamos espiar as cores que são as grandes apostas e queridinhas dos designers para o ano que vem?

A PPG lá da gringa aposta na cor Violet Verbena, apesar do meu gosto pessoal torcer o nariz para os tons de lilás, este é um tom com um tanto de cinza que o deixa sofisticado.

A Sherwin-Williams aposta na Poised Taupe, um neutro com um bom balanço entre quente e frio, que transita entre elegância e rusticidade sem esforço, prontinho para os complementos.

A Dunn-Edwards vai com a Honey Glow, com essa cor você garante calor e aconchego o ano todo.

Shadow é o tom da Benjamin Moore, ousado, elegante, bem mais agradável que o lilás lá de cima rs.

shadow.jpg

Já a AkzoNobel, nossa conhecida tintas Coral aposta no azul Mergulho Sereno, cor bem versátil e fresca.

Todas as cores tem em comum uma baixa saturação, ou seja, a tendência pede para deixar de lado as cores berrantes e partir para escolhas mais sóbrias. A saturação mais baixa também vai bem com texturas aveludadas, superfícies foscas.

Que venha 2017, já estamos preparados!

Até o próximo post!